domingo, 24 de outubro de 2010

Troquei muitas amizades sinceras por uma só que mais pra frente, iria partir meu coraçao em pedaços invisiveis que até hoje nao achei para repor em seu lugar. As vezes, penso em como teria sido bom te encontrar antes disso... mas e depois dessa enorme alegria de ter te olhado nos olhos? O tombo seria maior?
Depois do ocorrido, passou um flashback pela minha cabeça onde toda aquela historia aconteceu de novo em poucos segundos. Batalhei muito pra conseguir a sua confiança e quando consegui, num piscar de olhos tudo desapareceu. O que quase nunca sai da minha cabeça, são as risadas no telefone que voce dava por causa do meu jeito de falar e das minhas girias, das vezes que eu dizia que ia sair e voce fazia manha pra eu ficar... "é só digitar com cuidado que sua mae nao ouve o barulho", dos sorrisos e coraçoes trocados pela webcan, das historias e segredos contados, das nossas frustraçoes, micos e nossos medos. De como voce se sentia mal ou bem por 1001 motivos, de como voce pedia com jeitinho pra eu aprender a tocar alguma musica das tuas bandas favoritas, de quando sua irma ouvia minha voz da sala dizendo OI e ia me ver junto a ti. Coisas que voce nao deve se lembrar mas vou sempre guardar comigo. De fato, o que nunca sairá dos meus pensamentos, sao  as alegrias que voce ja me proporcionou. Acabou tudo de um jeito tao inesperado, de um jeito que me assustou e mudou voce. Hoje age como se nao soubesse quem sou eu. Eu? Sou aquela problematica que morria de rir do seu jeito comico, que te fazia um texto por dia, que nao parava de pensar no que voce estava fazendo, que fazia QUALQUER COISA por voce, que realmente se importava contigo e que hoje, parece só mais uma estranha fora do seu mundo cheio de regras e leis pela primeira vez. Prazer, minha grande, velha e inesquecivel desconhecida. :}

Um comentário: