quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Doce infância

Será que fiz tudo o que queria fazer quando pequena? Não me arrependo de nada... mas gostaria de ter feito muito mais. Dava tempo sim. correr na rua, mexer com desconhecidos sem sentir vergonha na hora ou agora...de contar que fazia isso. As artes que fazia com meus amigos da escolinha, da rua... ficavamos tardes e tardes um na casa do outro e eventualmente, pediamos aos nossos pais para dormirmos fora. As fogueirinhas de papel... qualquer chama mais alta, achavamos que a rua inteira ia pegar fogo e entravamos em panico tentando apagar porém, com medo. Os nosso desenhos preferidos, brincadeiras mais sem noçao,filmes mais idiotas.. que adoravamos... sinto muita falta mesmo de todas essas coisas que nunca se apagarao da minha memoria. Nao tem como.
Hoje, quando levanto de manha com a obrigaçao de trabalhar, estudar, uma intençao de fazer faculdade e essas coisas chatas, ligo a televisao e vejo passando aqueles mesmos desenhos que amavamos e nao perdiamos um só episodio.
Dá uma vontade muito grande de voltar pra cama e passar a manha inteirinha assistindo. E a tarde? Dormir mais ainda e passar a noite na rua procurando algum adulto pra olhar a gente.
Nunca pensei que crescer fosse uma coisa tao dificil. E só de pensar que antigamente, era isso que eu queria! Minha independencia, minhas proprias coisas, sem a ajuda de ninguem.. hoje ja nao estou tao certa se é isso mesmo que eu quero... agora.
Me arrependo de no passado, só pensar no meu futuro distante. E agora que esse futuro chegou, é pro passado que eu quero voltar.

Um comentário:

  1. Fantástico sua postagem. Como sempre, escrevendo muito bem e fazendo o leitor sentir na pele seus sentimentos, no caso: nostalgia e frustração por saber que nunca poderemos voltar e aproveitar mais da vida, pois, cada momento é único e após agirmos, ele já se torna passado!!!

    ResponderExcluir